sexta-feira, 12 de outubro de 2007

Homens...

São 2h45 da manhã, não consigo dormir... Ainda não disseste nada! Hoje como é a ultima noite antes de ver, fico sempre em pulgas, pois sei que na noite seguinte, irei estar nos teus braços... Mas hoje não é assim.... Estou chateada e rabugenta! Disseste que ligavas a dizer as boas noites, mas até agora nada! Sei que saíste e que deve estar ocupado... mas porque não uma mensagem? Talvez para ti a preocupação não seja nada.... porque haveria de existir, não há motivos, pois não?ou há? Sinto que todos os telefonemas que fazemos são sempre rápidos, que nunca falamos, sobre isto ou aquilo... Será bom?

Esta semana, estava no médico, e enquanto esperava reparei numa revista que me chamou a atenção. Dizia: " O silencio, a cura das relações". Fiquei logo curiosa. O que seria? Ao longo do texto, explica-nos que por vezes aquela conversa de cha-cha que temos por vezes, poderia ser dispensável, que algumas vezes, calarmos-nos é bem melhor do que falarmos... Epa, fiquei parva! Eu sou daquelas pessoas que diz o que pensa e não se cala. Diz que 6 vezes por dia devemos abraçar o nosso parceiro, e dizer-lhe 3 coisas boas por dia... ( gostava que fizessem isso cmg). Aquele texto deixou seriamente a pensar... Pena a revista ser do mês de Abril, senão comprava-a... Vou ao consultório buscá-la?? hum, acho que não...

Calar-me...Já não sei... Já não sei de nada... Só sei que me sinto sozinha, insegura e chorona! Dizem-me para ser forte, para dar a volta por cima...Dizem-me para ser cabra, para lhe fazer as mesmas merdas que ele faz, para ele ver se toca e percebe que eu não estou garantida. Acho que problema dos homens é que quando namoram à algum tempo, pensam por amarmos e estarmos ao lado deles que já não é preciso lutar por nós. Sinto falta de romantismo na nossa relação, e resposta que tive foi: " não ligo muito a essas coisas". Gosto de ser surpreendida e já não me lembro de o ser... Epa, porque os homens deixam de lutar?É porque já não sentem tesão? Porque será? É a rotina? Acreditem que eu detesto rotina, mas talvez nem me aperceba que ela exista.... Será que existe monotonia? O que se passa? Não sei.. quero respostas mas não as tenho. Como as encontrar?
P.S: Oiçam bem a musica de hoje, oiçam a letra....tudo a ver??:)
P.S2: São 12h00 da tarde e até agora sem respostas!Qual será a desculpa desta vez?

23 comentários:

Revoltoso disse...

Na minha opinião, há certas coisas que já não vale apena lutar
Deixar as coisas como estão

Beijo Revoltado

Maria Papoila disse...

Ó linda:

Eu cá sou vingativa.
Experimenta não telefonar durante uns tempos, ou até não atender uma chamada logo que o telefone toca.
Depois tiras as tuas conclusões.
Quanto a chorar, ninguém no mundo merece as nossas lágrimas...

D. Sebastião disse...

Epá hoje sou o primeiro.

Agora a sério. Não sou a pessoa ideal para falar no assunto pq não acredito em relacionamentos durandouros e realmente prasenteiros.

O fenómeno de acomodação ocorre com as pessoas em geral, n só com os homens.

Se calhar está na altura de apimentares essa relação para ver se ela espevita... ou parte.

Selinho

Phoenix disse...

Gostaria de te conseguir dar a resposta a todas essas perguntas, mas não consigo. Eu, como homem, apenas te posso dizer que temos uma imaginação muito pouco fértil. Eu tenho esse problema. E pouco românticos somos, também é um facto. Tudo isto já suscitou inúmeras discussões entre mim e a minha companheira de vida. Solução? Não há milagres, apenas consensos. Um esforça-se mais outro exige menos. E penso que a questão não é deixarmos de lutar. A luta é diferente, deixa a conquista para a manutenção e muitas vezes somos péssimos em timing... E pelo que conheço das mulheres, a sensibilidade e a presença natural não deixa que te sintas insegura muito tempo. O fazer o que te fazem não é solução. É a conversar, as vezes com tons mais elevados, baba e ranho pelo meio, uns bater de portas irados e umas voltas para apanhar ar que as coisas se resolvem. Não acredito no silêncio como remédio, acredito nas palavras sem ruído...

Borboleta Endiabrada disse...

revoltoso, será que ainda devo lutar??


Beijinhos endiabrados

Borboleta Endiabrada disse...

maria papoila, acredita que vou ter de o fazer, talvez pra ele ver qual é a sensação de ficar pendurado...Obrigado pelas tuas palavras de apoio

Beijinhos endiabrados

Borboleta Endiabrada disse...

D.sebastiao, será que nao existem mesmo relacionamentos duradouros? será que nao existe almas geméas?
Farta de apimentar as coisas já ando eu!!

Beijinhos endiabrados

Borboleta Endiabrada disse...

Phoenix, tb sou como tu, tb nao concordo que o silencio seja o melhor remedio!!O conversar sobre o que sentimos e sermos abertos com a outra pessoa é bem melhor...
Obrigada pelas tuas palavras!!

Beijinhos endiabrados

Crestfallen disse...

"Ao longo do texto, explica-nos que por vezes aquela conversa de cha-cha que temos por vezes, poderia ser dispensável, que algumas vezes, calarmos-nos é bem melhor do que falarmos..."

Concordo, por vezes e quando não se tem nada para dizer o silencio é melhor. Se te sentes insegura, não pressiones contacto da parte dele, pois não há nada pior para um homem que se sentir na obrigação de dizer algo, só por dizer.

Que tenhas um bom fim-de-semana com ele :)

Marquês disse...

Se ele não disser nada, olha, vem cá à de nós que tratamos-te de tudo...

Sexhaler disse...

Não posso dizer-te o que fazer, nem te posso dar todas as respostas que precisas. Não te conheço, não o conheço...
Pensa por ti. Ele tem que te amar a ti, não à pessoa em quem te transformas para o agradar.

No entanto, e pelo que já li aqui...
Disseste: "Sinto falta de romantismo na nossa relação, e resposta que tive foi: " não ligo muito a essas coisas"."
Ele gosta de Playstation, não é? Ou da cervejinha fresquinha?... Ou de... Experimenta não o ter o que ele gosta disponível para ele e quando ele perguntar respondes "não ligo muito a essas coisas"!
;)

Sim, as mulheres conseguem ser maquiavélicas!... Mwuahahahah!

Eu não chego a tanto, mas conheço bem o meu marido e ele conhece-me bem a mim. Às vezes não preciso dizer nada, só pela minha cara ele já pergunta "o que é que eu fiz agora?!"
:)

Beijo

Borboleta Endiabrada disse...

obrigado crestfallen...

Beijinhos endiabrados

Borboleta Endiabrada disse...

marques, tou a pensar nisso...lol

Beijinhos endiabrados

Borboleta Endiabrada disse...

sexhaler, obrigada pelas dicas, talvez tenha mesmo de o fazer..

Beijinhos endiabrados

CatWorld disse...

sabes qual é o nosso problema?1
é pensarmos demasiado antes de irmos a procura das respostas!
uma coisa te digo, ouve o teu coraçao, ele mostra-te as coisas boas mas tambem te mostra as más1
acredito que ele tenha uma boa desculpa!
beijoca!

Revoltoso disse...

minha querida borboleta, só tu é que tens a resposta a essa pergunta. Mais ninguem pode responder por ti

Heidi disse...

Ai... até me arrepiei qd li o que escreveste...
... Como te compreendo!!!!!!!
Parece escrito por mim, minha querida!

Força, não estás "sozinha"!...
Bjs

U Ó Mãe Que Dava Pulos disse...

Borboleta tu és linda e seguramente tens quem te aprecie. Mas as paixões não se escolhem, acontecem e por vezes ou quase sempre (des)acontecem. Por isso são também(às vezes) renováveis.
Ganhar uma certa distância ajuda-nos por vezes a ver(sentir) melhor as coisas.
Dessa hás-de sair...como já deves ter saído de outras.
è tudo uma questão de espaços perdidos e ganhos. Bjs

Som Do Silêncio disse...

Borboleta

Já li diversas vezes o teu blog mas nunca comentei.
Mas este teu texto tocou-me.
Pois acho que muitas vezes como bem dizes, quando se namora a algum tempo os homens tem por garantido que a gaja é deles e não precisam fazer mais nada.
É tipo apitar e estamos a porta arranjadinhas e sorridentes para eles...
Eu sei por mim que o silêncio por vezes ajuda e muito.

Um Beijo Silencioso

MalucaResponsavel disse...

a mnh mãe disse-m esta smn, num dia em q as coisas n estavam bem entre mim e o meu namorado: devemos saber quando calar e quando falar. e ela tem razao. às x insistir faz c q fiquemos ainda mais surdos e cegos à verdade... bj

Refúgios disse...

Isso já é mt tempo sem dizer nada... O fazia o mesmo, só ao passar pelo mesmo é que eles se apercebem do que fazem... Sou mt vingativa. Espero q resolvas isso da melhor forma... Bjinhos

Quimera disse...

A indiferença dói tanto... Já pensaste se essa relação te dá mais de bom ou de mau? É q se o bom n der p compensar os momentos maus então estarás a adiar o inevitável. Percebe-se q estás a sofrer e el está-se nas tintas. Tudo isso em nome do quê? Do amor, do medo de ficar ainda mais sozinha, da queca "diária" garantida? Seca as tuas lágrimas e luta se achares q deves lutar. Se achares q n talvez seja a hora de te preparares p o adeus!
Jinhos!

Anônimo disse...

Como te compreendo.... tenho tantas saudades disso tb!!!!
" n ligo a essas coisas!; N sou assim; "..
MAS EU SOU ASSIM!!!! E Q TAL SERES ASSIM ÁS VEZES POR MIM?????

Solução???!!! Não há....Ou o amor supera ou não supera...