quinta-feira, 19 de julho de 2007

Dissertações sobre o Sadomasoquismo!

Este tema surgiu, quando estava eu a ler o blog da Rocha Suave, (rochasuave.blogs.sapo.pt) onde ele fala das suas fantasias e faz referência ao sadomasoquismo, apesar de ele também nao ser adepto.Ao abordar este tema não quero de maneira alguma ferir certas suscetibilidades, isso é a ultima coisa que quero! Ao falar deste tema, quero tentar perceber melhor este mundo, pois faz-me uma certa confusão ter prazer quando se está a ter dor!
Fiquei a pensar.... Porque as pessoas gostam dessa fantasia? Confesso, que essa é uma fantasia que não me excita nem me agrada, porque primeiro de tudo, sou uma pessoa que não gosta nada de sentir dor, nem sequer uma pontita! Quanto tenho dor, nalgum lado do corpo isso consegue-me deixar em baixo e sem pica para pensar em quer que fosse! Neste mundo tudo é possível, mas gostava sinceramente de perceber!! Quase de certeza, que deve haver ai muita boa gente que pratique estas fantasias e que adore isso como eu adoro ter sexo. Para poder falar disto aqui no blog, fui-me informar um pouco no que consiste isto. O sadomasoquismo tem como definição " associação de sadismo e masoquismo sexuais, ou seja, o indivíduo obtém prazer tanto ao causar dor, humilhação ou sofrimento aos outros quanto ao receber o mesmo tratamento". Não sei onde está existe prazer quando se está a humilhar alguém ou a causar sofrimento a outra pessoa! Acho que uma pessoa não vem ao mundo para sofrer,mas sim para ser feliz. Será que eles conseguem ser felizes assim? devem ser... talvez nunca venha a entender, pois a dor para mim não é sinonimo de prazer, mas faz-me uma certa confusão esta fantasia. O máximo que eu sou gosto que me façam quando estou em pleno acto é levar umas palmadinhas no rabiosque, mas nao com reguadas, tem de ser com a maozinha? Isso sim, deixa-me louca, pois nao me magoa!
Mas porque humilhar? Sofrer? Mutilar? Esta ultima nao entendo de maneira alguma! Gostava de poder perceber, a serio que gostava!!! Mas não consigo... O que eu gosto é de ter prazer e dar ao mesmo tempo... ter orgasmos que me deixem super relaxada, e acima de tudo viver o sexo como uma coisa natural mas onde a dor não entra, onde só é permitida a entrada ao prazer ilimitado!! Com este post, não pretendo de maneira nenhuma insultar, ofender e ferir alguém. É meramente a minha opinião!
E vocês, o que pensem acerca deste tema??

Deixo-vos aqui dois sites que encontrei na minha procura, mas aviso já que são para maiores de 18 anos e algumas imagens são chocantes ou melhor arrepiantes:

14 comentários:

Xano disse...

Como em tudo no mundo, existe sempre extremos. Isso vê-se no futebol, politica, violência, etc. e também no sexo. Embora não pratique, nem me excite muito a ideia de praticar, gosto de ver (vai ao www.gexo.com tens lá muitos exemplos). Também adoro dar as palmadinhas, ser arranhado pela Nadia e ela gosta ser “meia” estrangulada… mas é como te digo, não sou de extremos (detesto extremos)!

Alem disso foi descoberto que o cérebro combate a dor com um químico que se chama endorfina, o mesmo que é libertado durante o orgasmo… pensa nisso…

Dhyana disse...

É um tema interessante. Tb não tenho nada contra, mas confesso que é daquelas coisas que não tenho curiosidade em experimentar. Mas deve ser bom, tendo em conta a quantidade de adeptos... Vamos viver e deixar viver.
Beijos...

Shelyak disse...

Sou da mesma opinião embora aceite plenamente as minorias, a que a algumas das quais não sou estranho... só que tem várias...swinging é também uma minoria assim como outras tantas variações...fantasias de trios, a 4 são minorias também...
Enfim...cada um na sua e importante é que todos vivam felizes...:)
Beijinho

EXCITAÇÕES disse...

Olá! Mudaste o visual do blog! Ficou melhor, mais moderno. Aliás, já nem me lembro do visual do antigo...

Quanto ao sadomaso...também sou da opinão do shelyak, sejam muito felizes, cada um na sua, e respeitem o pessoal que não está nessa!

Experimentar? Nã estou nessa. Uma palmadinha no rabo, no pico da luxúria, faz parte do prazer, mas como tu dizes, sem dor física!

Pessoalmente, gosto mais da dor do prazer, do que, do prazer da dor!

beijinhos

PetiteLarousse disse...

Nunca experimentei.. mistura dor com prazer não me parece muito são.. mas respeito quem o pratica!

Sleeping_Angel.69@Hotmail.com disse...

Senior
Ícone do grupo

Grupo: Princesa
Posts: 60
Registrado: 17-June 07
De: suiça





Embora ningem possa voltar atras e fazer um novo começo...
Qualquer um pode recomeçar e fazer...
Um novo fim...
Na vida ha sempre tempo para melhorar...
Para tanto basta kereres.

MalucaResponsavel disse...

nesse sentido tb n é uma csa q m seduza... mas respeito quem o faça, acho q cada um dv procurar ser feliz e encontrar formas d s sentir realizado, desd q n interfira c terceiros... bj (e clr q m podes linkar - na prox actualizaçao, linko-te tb). bj

rocha suave disse...

Bem e como eu falei no meu blog... nao sou pura e simplesmente adepto desse género de pratica sexual(?) e nunca irei praticar sadomasoquismo...nem mesmo amarrado... lolol

Bem e já agora e DO rocha suave... lolol...

www.rochasuave.blogs.sapo.pt

Vanderdecken disse...

Bom, cara Borboleta, como representante dessa estranha tribo que tem prazer em infligir e/ou receber dor e/ou humilhação, e considerando que sinto em ti um desejo sincero de compreender, fico quase obrigado a responder às tuas perguntas. Só não sei bem por onde começar, tantas são as questões que levantas.
Talvez possa ser por aqui: para as pessoas como nós há uma separação entre prazer e felicidade, por um lado, e dor e infelicidade, por outro. O que nos complica um bocado a vida, mas também a torna mais interessante.
Por exemplo: nem sempre um masoquista tem prazer em ter dor. Pode ter prazer em ter tido dor e em ter sabido ultrapassá-la, ou pode ter prazer em saber que vai ter dor, ou pode não ter prazer numa coisa, nem noutra, mas tê-lo em estar de tal maneira entregue a outrem, em ser de tal maneira sua propriedade, que a dor ou a humilhação são sempre coisas com que há que contar.

Não me estou a explicar bem, talvez por ter começado pelo lado da equação que é o oposto do meu. Recomeço, portanto. Qual é o meu prazer em bater numa mulher ou em a humilhar ou dominar? Pensando bem, muito pouco. Prazer em possuí-la, sim, imenso, mas aqui já estamos a entrar noutro aspecto da questão.

Este prazer em «ser dono», tenho-o desde adolescente e não sei de onde me veio. Os outros, posso situá-los no tempo: por exemplo desde o momento, há várias décadas, em que a minha primeira namorada me pediu que lhe batesse. Eu acedi, mas pedi-lhe em troca que me deixasse criar um contexto para esse acto, que assim a frio me parecia esquálido e sem sentido.

Esse contexto, que acabámos por ir criando os dois, foi tomando a forma duma fantasia de Senhor/escrava. E acho que foi essa história que nos ensinou aos dois: a mim, a gostar de infligir sofrimento físico, e a ela a gostar de ser humilhada e dominada.

Depois disto nunca mais me relacionei a sério com mulher nenhuma que gostasse de sofrer fisicamente - isto é, que tivesse nisso um prazer directo, porque aquelas com que me relacionei tiravam da dor um prazer que, por ser indirecto, não era menos intenso.

Uma coisa estranha que senti muitas vezes ao longo da vida é que compreendo melhor uma pessoa que gosta de sofrer, de obedecer, de servir, de ser humilhada e de ser dominada, do que me compreendo a mim mesmo, que gosto de dominar.

Só posso garantir uma coisa: é que a minha orientação (ou antes, a nossa orientação, porque falo aqui também em nome das mulheres da minha vida) não tem nada, mas mesmo nada a ver com falta de respeito pelo outro.

O melhor mesmo talvez seja ires ao meu blogue e veres as histórias que conto nele, que são ficções mas estão baseadas, umas mais do que as outras, em factos reais. Lê também as os comentários que outras pessoas, a maior parte mulheres, fizeram aos meus textos. E se no fim continuares a não entender, não te preocupes demais, porque nunca ninguém entenderá todas as profundezas dum coração humano.

Klatuu o embuçado disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

FAÇAM UMA VISITA

http://castelodamaga.blogspot.com/

Anônimo disse...

FAÇAM UMA VISITA

http://castelodamaga.blogspot.com/

rose disse...

Olá, se quiser saber um pouco mais sobre como uma mulher que gosta de apanhar e de obedecer se sente, e como essa mulher enxerga o universo sadomasoquista, visite meu blog: www.pensamentosubmisso.wordpress.com

Foxy disse...

Há uma altura em que as palmadinhas já não chegam e se quer jogos mais arriscados!